Instaflex Funciona Mesmo? A Verdade Revelada!

Muitas pessoas talvez não saibam, mas, as dores nas articulações é algo bem comum, ainda que não seja normal. Isso se dá pelo fato de que o tempo todo o nosso corpo está em movimento e isso vai desgastando tanto os nossos ossos quanto as nossas articulações, infelizmente.

Porém, você não pode deixar que isso interfira na sua vida! Devido a essa grande demanda de pessoas que sofrem dores nas articulações, uma equipe de cientistas americanos decidiu desenvolver um produto que resolvesse justamente esse problema das dores nas articulações, e foi daí que nasceu o Instaflex, um poderoso produto que é capaz de remover todas as suas dores das articulações e te fornecer muito mais outros benefícios!

Quando o assunto é dor é um papo muito sério, porque dor é algo muito sério, a dor atrapalha a gente demais e pode te limitar de realizar as atividades que você mais gosta e mais precisa na sua vida. Por isso se você sente dor, você precisa investigá-la e tratá-la o mais rápido possível, para que essa dor não gere outras dores que podem gerar alguma doença futuramente em você.

Eu sempre alertei isso pra todas as pessoas que eu conheço, você precisa tratar a dor e foi justamente isso que eu fiz com as minhas dores nas articulações. Assim que eu comecei a sentir as dores eu já fui correndo procurar algum especialista ou médico para me ajudar, e foi aí que eu encontrei o Doutor Rodolfo, que me salvou, que mudou a minha vida da água pro vinho.

Continue lendo “Instaflex Funciona Mesmo? A Verdade Revelada!”

G-Plant Funciona? CUIDADO [ Olha Isso Antes de Comprar ]

Com tudo isso que vem acontecendo pelo mundo, você deve ter parado pra pensar como sua cabeça anda agitada né? A todo instante estamos de frente com um mar de estresse e problemas, e se não tivermos a cabeça no lugar e muito foco acabamos nos perdendo por meio disso tudo.

E foi justamente isso que aconteceu comigo, eu vinha passando por um momento bem estressante na minha vida e tive um choque de estresse, eu fiquei literalmente perdida e paralisada, tinha percebido que a minha saúde estava indo por água abaixo e minha cabeça já não estava no lugar fazia muito tempo. E foi aí que eu decidi que queria mudar de uma vez por todas, eu não aguentava mais aquilo!

E então decidi que eu queria mudar, comecei a buscar diversas formas de me tornar uma pessoa mais saudável, comecei a praticar exercícios, regular a minha alimentação, mas somente aquilo não bastava, eu precisava de mais, e foi aí que eu conheci o poderoso e natural chá G-Plant! O G-Plant realmente foi um divisor de águas na minha vida, eu tenho a minha vida antes e depois dele, e são pessoas extremamente diferentes.

Eu conheci o G-Plant através de uma antiga amiga, que também vinha passando por muito estresse e começou a buscar maneiras de se livrar daquilo, e tinha conseguido através desse poderoso chá natural chamado G-Plant. O G-Plant funciona é um chá natural, que fornece pra você tudo o que o seu corpo precisa, e mais, impacta diretamente no seu psicológico e te faz sentir muito melhor.

Continue lendo “G-Plant Funciona? CUIDADO [ Olha Isso Antes de Comprar ]”

LAXANTE NATURAL: QUAIS OS ALIMENTOS AUXILIAM O INTESTINO?

Ter um intestino preguiçoso é mais comum do que se imagina. Esse problema pode causar prisão de ventre ou constipação.

É possível cuidar da alimentação para diminuir esse problema, melhorando o trânsito intestinal. Esses alimentos que auxiliam o intestino, são conhecidos como laxantes naturais.

O ideal e o saudável é conseguir ir ao banheiro todos os dias. Mas, quando se vai ao banheiro somente 2 ou 3 vezes por semana, pode-se estar sofrendo de constipação. O problema pode se agravar ainda mais, trazendo dores e até sangramento na hora de evacuar.

Para que isso não aconteça, você pode utilizar os laxantes naturais. Eles possuem características de grandes quantidades de fibras e água em suas composições.

As fibras insolúveis são as principais nessa questão. Elas estão presentes em alimentos integrais e nos cereais.

Auxiliam na melhora do trato intestinal e devem ser consumidos todos os dias. É importante ressaltar que o consumo adequado de água é essencial para auxiliar nesse problema, pois assim, suas fezes não ficarão endurecidas demais.

Segundo nutricionistas, alguns alimentos como abóbora, ameixa e mamão não possuem restrições e podem ser consumidos por todas as pessoas. Já alguns cereais não podem ser consumidos por todas as pessoas. Aqueles que possuem doenças celíacas devem evitar esses alimentos por conta do glúten.

As pessoas que possuem diabetes também precisam tomar cuidado com as quantidades de frutas ingeridas ao longo do dia. O essencial é sempre procurar um profissional capacitado para analisar suas questões. Nesse caso, deve-se procurar um nutricionista.

laxante natural

ALGUNS EXEMPLOS DE LAXANTES NATURAIS E OUTRAS DICAS PARA AUXILIAR O FUNCIONAMENTO DO INTESTINO

Como foi dito, além de se preocupar com o consumo de alimentos considerados laxantes naturais, é importante se atentar ao consumo de água. Beba pelo menos 2 ou 3 litros de água por dia e consuma cerca de 3 tipos diferentes de frutas (três porções).

Normalmente, quem possui problemas com intestino preso, são pessoas que consomem muita farinha branca, doces e massas como pães, pizzas, macarrão e lasanhas. Esses alimentos tendem a prender o intestino ainda mais.

O recomendado é reduzir o consumo desses alimentos e introduzir o consumo de frutas, legumes e verduras, principalmente os vegetais com agrião, tomate e alface.

A prática de exercícios físicos também auxilia na saúde do intestino.

Outra dica é: respeite o seu corpo. Muitas pessoas sentem vontade de ir ao banheiro, e por estarem longes de casa, prendem e seguram essa vontade. Isso não colabora para a saúde do intestino, e pode causar prisão de ventre. Não é saudável fazer isso. Observe o ritmo do seu organismo e o obedeça.

VEJA AGORA 10 EXEMPLOS DE LAXANTES NATURAIS

A partir dessa lista de exemplos de laxantes naturais seu organismo pode passar a funcionar melhor pelo consumo desses alimentos. Confira logo abaixo:

Mamão

O mamão é uma fruta rica em água e em fibras. Isso auxilia o fluxo intestinal e a digestão. Também ajuda a fortalecer o sistema imunológico, cuidando da saúde da pele.

Ameixa

A ameixa é a fruta mais conhecida quando se fala em laxantes naturais. Seu consumo pode ser através da fruta fresca ou seca. Além de auxiliar a saúde do intestino, é rica em vitaminas que previnem a queda de cabelo e fortalecem as unhas como as do complexo B.

Alface

A alface é uma verdura que auxilia a saciedade por possuir uma grande quantidade de fibras. Possui vitamina C e Ferro em sua composição, prevenindo anemia e cuidando do sistema imunológico. Além disso, possui uma substância chamada de lactucina, conhecida por ser um calmante além de ser laxante natural.

Berinjela

A berinjela é um legume que contém cálcio, ferro, fósforo e muitas outras vitaminas e minerais. É utilizada para o controle do colesterol e diabetes, auxiliando também na prevenção do câncer. É um ótimo aliado do intestino, agindo como um laxante natural.

Castanhas

O grande componente das castanhas é o selênio. Ele funciona como um laxante natural e promove a queda das taxas do colesterol ruim.

Aveia

A aveia possui grandes quantidades de ácido fólico, são muito importantes para a saúde, principalmente das mulheres grávidas. Trazem saciedade e cuidam da saúde da microbiota intestinal, aumentando a criação de probióticos. É ótima para o intestino.

Milho

O milho é uma ótima fonte de antioxidantes. Eles protegem o organismo de doenças degenerativas, fornecendo energia ao corpo e diminuindo as taxas de colesterol. Consequentemente, regulam o intestino, agindo como laxantes naturais.

Chia

É muito importante incluir sementes na sua alimentação. Elas auxiliam o bom funcionamento do trato intestinal. Aumentam a saciedade e ajudam no processo de perda de peso também.

Laranja

Além de ser uma ótima fonte de vitamina C, a laranja aumenta a imunidade, contribuindo para a manutenção da saúde do intestino.

Beterraba

A beterraba possui enzimas capazes de acelerar o processo de digestão, agindo como um laxante natural. Além disso, é ótima para quem possui anemia, pois contém altas concentrações de ferro.

laxante natural

VEJA AGORA ALGUNS EXEMPLOS DE RECEITAS DE SUCOS LAXANTES NATURAIS

Além de consumir os alimentos em si, é bom também preparar sucos com diversos ingredientes para auxiliar no trânsito intestinal. Esses nutrientes ajudam na desintoxicação do organismo e combatem o intestino preso.

É recomendado o consumo dos sucos laxantes naturais uma vez ao dia, de preferência na parte da manhã ou antes de dormir.

Os sucos laxantes ajudam na perda de peso e no bom funcionamento do intestino.

Veja a seguir algumas receitas simples de sucos que auxiliam o intestino.

1 – Suco de ameixa, mamão e aveia

Ingredientes:

½ mamão

1 copo de leite (200ml)

1 ameixa

1 colher de sopa de aveia em flocos finos

Preparo: bata todos os ingredientes no liquidificador e beba em seguida. Você pode acrescentar mel se preferir.

2 – Suco de ameixa, uva e pera

Ingredientes:

½ pera

3 ameixas

1 copo de 200ml de suco de uva integral

Preparo: bata os ingredientes do liquidificador e beba.

3 – Suco de laranja, cenoura e beterraba

Ingredientes:

1 cenoura inteira

2 laranjas limas

1/2 beterraba

200ml de água gelada

Preparo: bata todos os ingredientes em um liquidificador e beba.

4 – Suco de ameixa, laranja e mamão

Ingredientes:

½ copo de suco de laranja espremido

½ mamão

4 ameixas

Preparo: bata os ingredientes no liquidificador e beba. Você pode substituir a laranja pelo abacaxi, se preferir.

laxante natural

ENZIMAS DIGESTIVAS: QUAIS AS FUNÇÕES ESSENCIAIS PARA NOSSA SAÚDE?

Para que sua refeição possa ser considerada boa, é preciso estar atento não só aos alimentos. A seleção dos ingredientes que compõem a sua refeição é muito importante, mas entender como o seu corpo vai digerir esses nutrientes é essencial.

Afinal, não é interessante somente comer e pensar na questão nutricional e sentir desconfortos após a ingestão dos alimentos.

Com isso, as enzimas digestivas são recomendadas para ajudar o organismo a se manter equilibrado, auxiliando o processo de digestão.

Veja a seguir como elas são produzidas, como agem no organismo, quais as orientações do seu uso e onde encontrá-las.

ENZIMAS DIGESTIVAS

QUAL A FUNÇÃO DAS ENZIMAS DIGESTIVAS? O QUE SÃO?

As enzimas no geral aceleram as reações químicas que acontecem no nosso organismo. São substâncias que desempenham um papel fundamental quando funcionam perfeitamente.

As enzimas digestivas são proteínas que quebram as moléculas dos macronutrientes como proteínas, carboidratos e gorduras em moléculas menores. Com isso, elas auxiliam na absorção dos nutrientes presentes nesses macronutrientes.

Um dos pontos importantes é que quando há falta dessas enzimas em nosso organismo, podemos ter problemas gastrointestinais e problemas com a digestão. Isso acontece até mesmo com quem possui uma alimentação balanceada e saudável.

COMO AS ENZIMAS DIGESTIVAS SÃO PRODUZIDAS?

Nosso organismo, especialmente o pâncreas e alguns órgãos do sistema digestivo, produzem essas substâncias de forma natural. Com a falta dessas enzimas, os problemas com a digestão são maiores.

Além de serem produzidas pelo nosso corpo, podemos encontrar em alguns alimentos também, como banana, mel, abacate, mamão, abacaxi, kiwi, chucrute e kefir.

EXISTEM VÁRIOS TIPOS DE ENZIMAS DIGESTIVA, VEJA A SEGUIR:

Protease DPP IV: age sobre substâncias consideradas alergênicas como glúten e caseína, que são responsáveis por inchaços e gases na maioria das vezes.

Amilase e amilase bacteriana: age na quebra do amido, auxiliando sua transformação em glicose e maltose.

Alfagalactosidade: quebram os carboidratos simples e complexos que estão presentes no feijão, ervilha, brócolis e outros alimentos.

Xilanase: auxiliam a quebra de hemiceluloses. Esses são os componentes principais presentes nos vegetais e suas células.

Lactase: quebra a lactose e a transforma em galactose e glicose.

Celulase: quebram as fibras insolúveis das paredes celulares dos vegetais (celulose).

Pectinase: ajudam a quebrar a pectina presente nas paredes celulares dos vegetais.

Maltase: quebra a maltose e a transforma em glicose.

Lipase: quebra os lipídeos e os transforma em glicerol e ácidos graxos.

Invertase: auxiliam a quebra de maltose e a transformam em glicose.

Hemicelulase: digerem os polissacarídeos hemiceluloses.

Glicoamilase: quebram os amidos e os transforma em glicose.

Protease: quebram as proteínas.

Protease Ácida Estável: quebram as proteínas e são resistentes ao pH ácido.

Bromelina: quebram as proteínas.

ENZIMAS DIGESTIVAS

COMO AGIR QUANDO SE FALTAM ENZIMAS DIGESTIVAS?

Quando as enzimas digestivas não são suficientes no nosso organismo, fazendo com que o processo de digestão ocorra corretamente, precisamos incluir alimentos que sejam ricos nessas substâncias ou repor através de manipulados. São opções seguras e eficazes contra a falta de enzimas digestivas no nosso corpo.

Essa reposição das enzimas pode auxiliar a digestão, diminuindo alguns sintomas como dor abdominal, gordura nas fezes, má digestão e perda de peso relacionada à má absorção de nutrientes.

BENEFÍCIOS DE ENZIMAS DIGESTIVAS MANIPULADAS

– Amenizam sintomas como inchaço, prisão de ventre e azia provenientes da má digestão;

– Fazem com que o processo digestivo ocorra sem desconfortos;

– Melhora o trato gastrointestinal, diminuindo irritações no intestino pela má digestão;

– Ajudam a equilibrar a microbiota intestinal, cuidando da sua saúde;

– Cuida do sistema digestivo, diminuindo os sintomas de redução de enzimas pelo qual o corpo passa naturalmente no processo de envelhecimento;

– Ajuda a absorver os nutrientes que algumas substâncias como medicamentos, açúcar e álcool pode prejudicar;

– Complementam dietas e rotinas que possuem baixas enzimas digestivas.

QUAIS A PRINCIPAL DIFERENÇA ENTRE AS ENZIMAS DIGESTIVAS?

Alguns dos medicamentos manipulados são feitos a partir de enzimas de origens animais. Essas enzimas são mais estáveis dentro do processo de digestão pela variação do pH.

Fora isso, ainda é uma ótima opção para quem é vegano.

QUEM É INTOLERANTE À LACTOSE, PODE FAZER O USO DAS ENZIMAS DIGESTIVAS?

A resposta é sim. Atualmente, muitas pessoas possuem intolerância à lactose, principalmente na fase adulta. Os principais sintomas são gases, diarreia e distensão abdominal.

Para que as enzimas façam efeito, é preciso que em sua composição tenha a enzima lactase, responsável pela quebra da enzima lactose. Com isso, é importante analisar qual a dose indicada pelo seu médico.

Essa individualidade precisa ser respeitada, pois cada um pode precisar de uma determinada quantidade de concentração para suprir as necessidades específicas do organismo.

QUEM POSSUI REFLUXO, AS ENZIMAS DIGESTIVAS SÃO INDICADAS?

Sim. Os refluxos ocorrem quando a válvula que liga o esôfago ao estômago não se fecha de forma adequada. Quando as substâncias que estão no estômago voltam pelo esôfago, dá azia, que é uma sensação de queimação e pode causar irritação.

É comum que pessoas relatem episódios de refluxos pelo menos uma vez por mês. Algumas pessoas podem ter refluxos diariamente. Com isso, alguns médicos podem indicar o tratamento com enzimas digestivas específicas, manipuladas para auxiliar a absorção de nutrientes e zelar pelo processo digestivo.

É INDICADA PARA SUBSTITUIR OS MEDICAMENTOS ANTIÁCIDOS?

Esses tipos de medicamentos servem para diminuir a acidez do estômago. Essa acidez é importante para a liberação correta de enzimas que auxiliam a digestão.

Por isso, as enzimas podem aliviar alguns sintomas, mas não podem resolver o problema. Podem até gerar mais complicações como a redução da absorção de vitamina B12 e ferro, causando anemia, pode interferir na absorção de nutrientes e minerais e é contraindicado para quem possui problemas cardíacos, hipertensão, doenças ósseas, insuficiência renal ou Alzheimer.

Com isso, para substituir os antiácidos de forma correta, é preciso procurar um médico. Na maioria das vezes, essa substituição pode ser feita por chás.

ENZIMAS DIGESTIVAS

ENZIMAS MANIPULADAS

É de suma importância procurar um médico para que a indicação do consumo de enzimas digestivas manipuladas seja feita de forma correta e individualizada.

Existem alguns diferenciais em enzimas manipuladas como: enzimas veganas, sem açúcar, em cápsulas, em sachês, sem aroma e sem gorduras trans.

Por isso, é importante que haja um acompanhamento, para que a digestão e absorção dos nutrientes seja potencializada e da forma correta.

FARINHA PANKO: COMO USAR, O QUE É E COMO FAZ

Você já tentou fazer aquele alimento empanado bem crocante? Então, o segredo dessa crocância é o alimento ser empanado com a farinha panko.

Ela deixa o alimento muito mais saboroso e leve, sem ficar gorduroso mesmo sendo frito.

farinha panko

AFINAL, O QUE É FARINHA PANKO?

Essa farinha é muito conhecida dentre os pratos asiáticos, e são muito utilizadas na culinária oriental, no preparo de alguns sushis, peixes, carnes, frangos e até mesmo farofas, por exemplo.

A farinha panko é preparada a partir de somente um ingrediente: pão de forma em migalhas. Ela pode ser feita em casa também.

Assim como utilizamos a farinha de rosca para empanar os alimentos, a farinha panko também é utilizada para esse fim.

Por ter flocos maiores em sua composição, ela confere mais crocância aos alimentos empanados e às farofas. Esses flocos maiores também reduz o óleo que pode ser absorvido durante o preparo, fazendo com que a receita fique mais saudável, mais seca, crocante e leve.

É comum, nos Estados Unidos, utilizar essa farinha para rechear o peru, fazendo uma farofa bem saborosa, característica do dia de Ação de Graças. Lá também, podemos encontrar uma cultura de frango frito. Eles, inclusive, são todos empanados com farinha panko. Este é o segredo.

RECEITA CASEIRA DE FARINHA PANKO: COMO PREPARAR EM CASA?

Não é difícil preparar a sua farinha panko em casa. Você só vai precisar de um ingrediente: pão de forma em fatias.

Para que o processo fique melhor, congele as fatias de pão de forma. Após isso, você pode colocá-las em um liquidificador potente, ou em um processador.

Não precisa bater ou processar durante muito tempo. Pode deixar alguns pedaços maiores para que seus flocos fiquem mais alongados, trazendo granulação. Se você bater muito a farinha, ela vai se transformar em farinha de rosca, pois vai ficar mais fina.

Após ter passado as fatias do pão de forma no processador, coloque-os em um tabuleiro próprio para ir ao forno. Pré-aqueça o forno a 90°C e coloque o tabuleiro no forno por 20 a 30 minutos.

Antes de chegar a esse tempo, mexa a farinha dentro do tabuleiro para ter a certeza de que ela vai assar completamente sem queimar. Deixe a farinha esfriar. Pronto! Você já consegue utilizá-la em suas receitas.

COMO UTILIZAR A FARINHA PANKO NAS RECEITAS?

Assim como se utiliza a farinha de rosca para empanar, com a farinha panko não é diferente.

Pode-se utilizar essa farinha para empanar carnes, peixes e frangos ou utilizá-la no preparo de farofas.

Seu grande diferencial está nos flocos maiores, deixando a textura do alimento mais crocante e não o deixando absorver tanta gordura como as demais farinhas.

Caso seu desejo seja permanecer em uma alimentação mais saudável, a farinha panko é uma opção perfeita nisso. Você pode fazer uma adaptação dos pratos fritos, assados ou grelhados, pois a crocância da farinha não se perde depois de cozida.

Seu sabor também é preservado mesmo se o preparo não for à base de óleo ou frituras.

Para fazer qualquer tipo de receita empanada, você só precisa passar o alimento na farinha de trigo para diminuir a umidade dos alimentos. Após isso, passe na clara do ovo e na farinha panko. Frite o alimento em óleo bem quente ou leve ao forno para assar.

farinha panko

COMO ARMAZENAR A FARINHA PANKO CORRETAMENTE?

Caso você tenha comprado a farinha panko em algum comércio, você pode somente manter a farinha com a embalagem fechada, em ambiente fresco e seco. Cuidado com umidade.

Caso você tenha preparado sua própria farinha panko em casa, você tem duas opções: pode congelar por um tempo máximo de 3 meses e retirar do congelador um tempo antes de utilizá-la ou guardar em uma embalagem fechada também.

Tanto congelada, quanto em temperatura ambiente, a farinha panko não perde as suas características.

A SEGUIR, VEJA ALGUNS EXEMPLOS DE RECEITAS PREPARADAS COM FARINHA PANKO

Inspire-se para preparar essas receitas, e caso você deseje, pode adaptar as receitas que são fritas por assadas. O sabor será perfeito caso você queira manter uma alimentação balanceada. Veja a seguir.

Receita: Filé de frango frito e empanado com farinha panko

Ingredientes:

1 copo de 200ml de farinha panko

4 pedaços de frango em filés já limpos

Pequenos ramos de alecrim (opcional)

1 unidade de ovo

4 colheres de sopa de azeite

Pimenta do reino e sal a gosto

½ copo de água (100ml)

3 colheres de sopa de leite

Suco de 1 limão espremido

Preparo:

Pegue um recipiente e coloque a pimenta, a farinha panko, o alecrim e o sal. Misture e reserve.

Em um outro recipiente, bata o leite junto com os ovos. Coloque uma pitada de sal se preferir.

Pegue os filés de frango já cortados e passe-os na mistura do leite e ovo e depois na farinha. Aqueça uma frigideira e despeje o azeite.

Coloque os filés de frango e deixe dourar dos dois lados, por mais ou menos 3 minutos.

Acrescente a água na frigideira e abaixe o fogo. Espere por cerca de 6 minutos, ou até cozinhar. Tire a tampa da panela e aumente o fogo até que a água evapore. Assim, vai se formar uma casquinha bem crocante nos filés.

Espere esfriar e sirva com os acompanhamentos de sua preferência.

farinha panko

Receita: abobrinha assada e empanada na farinha panko

Ingredientes:

1 unidade de ovo

1 abobrinha grande

1 copo de farinha panko

Temperos com pimenta do reino e sal a gosto

Modo de preparo:

Fatie a abobrinha em partes finas. Em uma tigela, bata o ovo e coloque os temperos de sua preferência.

Passe as fatias de abobrinha nessa mistura. Feito isso, passe as abobrinhas na farinha panko e despeje em uma assadeira. Leve ao forno até ficarem douradas dos dois lados.

Você pode acrescentar um fio de azeite sobre as abobrinhas antes de irem ao forno, se preferir.

Sirva a seguir.

Celul Zero Funciona? É Bom? [Não Compre Sem Ler]

Atualmente o Celul Zero está bastante famoso, e isso porque ele combate um dos problemas que mais abalam a autoestima das mulheres, ele é muito conhecido como celulite. Ela tem incomodado as mulheres por causa do efeito casca de laranja, e leva muito desconforto.

Muitas pessoas que possuem baixa estima acabam por entrar em depressão, é por isso que no artigo de hoje falaremos um pouco mais sobre este produto, isso porque ele tem se destacado perante as pessoas.

Ele é um produto capaz de ajudar no combate a esse mal, porém, é bem importante entendermos como este problema aparece. E ainda saber como ele tem feito a diferença na vida de várias pessoas, confira todos os detalhes ao ler o texto abaixo.

Sempre lembrando da importância de tomar cuidado com a alimentação e em manter uma vida mais saudável!

Continue lendo “Celul Zero Funciona? É Bom? [Não Compre Sem Ler]”

[ALERTA] Maxilizzer Funciona Mesmo? O que não te contam sobre o Maxilizzer!

O Maxilizzer é um produto que chegou para ajudar, afinal, nosso cabelo acaba sendo uma verdadeira moldura para o rosto, sendo que é essencial no que se refere a ajudar a nos sentirmos bem mais felizes e confiantes.

Afinal, quem é que não gosta de estar com os fios cada vez mais bonitos? Não é mesmo? Sendo assim, sobre este produto, é importante que você pare por alguns minutos, e então pense na possibilidade de conseguir tudo isso sem precisar sair de casa.

E claro, sem gastar absurdos, com procedimentos capilares e claramente sem perder horas e horas nos salões de beleza. Saiba que é justamente assim que conseguirá usar essa escova progressiva e poderosa, e que tem feito tantas pessoas ficarem mais bonitas!

Saiba que este produto ainda consiste em exatas 3 etapas, que deixarão seu cabelo ainda mais hidratado, solto e liso, além de permitir muito brilho, fazendo com que haja uma verdadeira transformação e tudo sem sair do conforto de sua residência.

Não há dúvidas que cada dia mais, as pessoas estão realmente aceitando uma textura ainda mais natural dos cabelos, sendo que isso é bem maravilhoso.

E, claro que podemos salientar que cabelos crespos e cacheados jamais estiveram tão em alta quanto agora, mostrando pessoas maravilhosamente empoderadas.

Claro que o Maxilizzer veio ajudar, afinal, mesmo que tenha esse movimento de empoderamento feminino, ele certamente serve para ajudar mulheres que querem fazer o que acham bem melhor com seus fios e isso inclui alisamento natural.

A consequência disso, é que não existe nada melhor do que contar mesmo com um poderosíssimo aliado para finalmente auxiliar e então domar a textura desses fios em questão.

Se você realmente está interessada, ou então quer descobrir algo maior sobre essa progressiva de chuveiro, continue a leitura e então descubra tudo e cada uma das particularidades sobre este produto completamente incrível. Veja tudo sobre este produto!
Continue lendo “[ALERTA] Maxilizzer Funciona Mesmo? O que não te contam sobre o Maxilizzer!”

Folitin Funciona? CUIDADO [ Saiba a Verdade Aqui ]

Se você sofre com a queda de cabelo, calvície e está cansado de gastar tempo e dinheiro com tratamento que não funcionam além de ser caros, saiba que a solução definitiva para esse problema existe!

As pessoas em geral acreditam que a calvície acontece quando os fios de cabelo caem em uma determinada área do couro cabeludo e não crescem mais, mas na verdade ela resulta de um afinamento e na redução de diâmetro dos fios que com o passar do tempo tornam-se cada vez mais curto até que desaparecem de vez.

A calvície pode acometer homens e mulheres de diversas idades, porém tem características diferentes e se manifesta de forma mais difusa nas mulheres, mas em ambos os casos as causas estão relacionadas a pré-disposição genética pelo hormônio Di-hidrotestosterona (DHT).

Hoje falaremos sobre um produto que é sucesso no mundo o Folitin Capilar, ele que chegou ao Brasil atingindo a marca de 17 mil pessoas satisfeitas com os resultados e benefícios que o produto oferece, pois acaba de vez com calvície, previne a queda de cabelo e ainda proporciona fios fortes e saudáveis como você nunca viu antes.

Prossiga comigo até o final desse artigo e entenda como o Folitin Capilar funciona e se vale a pena.

Continue lendo “Folitin Funciona? CUIDADO [ Saiba a Verdade Aqui ]”

10 dias para alimentação saudável e equilibrada

Primeiramente, é necessário a compreensão de que uma alimentação saudável é classificada como aquela que é capaz de oferecer todos os nutrientes primordiais para o organismo. Dessa maneira, as consequências desses hábitos alimentares saudáveis não só resultam no bom funcionamento do corpo, como também garantem mais saúde, assim como qualidade de vida.

Desde já, é importante trazer a questão de que, uma alimentação saudável e equilibrada não se atém somente ao consumo de saladas. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, outras práticas devem ser levadas mais a sério. Isso quer dizer que, para uma vida com mais saúde e qualidade alimentar é necessário uma ingestão mais completa de nutrientes e vitaminas presentes no cardápio.

Não só isso, garantir uma alimentação saudável e equilibrada também é o mesmo que consumir alimentos com a quantidade correspondente de proteínas, gorduras, carboidratos, fibras, bem como outras fontes.

Antes de mais nada, esse artigo tem como objetivo tornar mais compreensível, através de passos simples, como conseguir em 10 dias uma alimentação saudável e equilibrada. Com isso, será possível prestar a atenção em detalhes que fazem toda a diferença no dia a dia.

Continue lendo “10 dias para alimentação saudável e equilibrada”

Alimentos que parecem saudáveis, mas não são

Com a correria da rotina, muitas vezes optamos por alimentos fáceis e práticos para ingerir no dia a dia.

E por acharmos que são alimentos mais saudáveis, temos o costume de comprá-los sempre, o que muitos não sabem é que a maioria desses alimentos não são tudo que falam,  por isso nesta lista você verá, os alimentos que parecem saudáveis mas não são!

Continue lendo “Alimentos que parecem saudáveis, mas não são”