22/11/2017

Fique atento aos rótulos dos alimentos e saiba identificar os ingredientes

A regulamentação de rótulos de alimentos é considerada uma importante ferramenta de saúde pública , sendo uma das estratégias para a promoção da alimentação adequada e saudável e para o combate à obesidade e outras doenças crônicas.

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a rotulagem nutricional é a descrição que informa o consumidor sobre as propriedades nutricionais de um alimento e que especifica o valor energético e a quantidade de carboidratos, proteínas, gorduras totais, gorduras trans, gorduras saturadas, fibra alimentar e sódio. Outro ponto de atenção é a presença de lactose ou outros ingredientes que podem causar alergia.

"O principal foco da atuação da Anvisa na rotulagem é garantir que o consumidor tenha acesso à informação simples e precisa, uma informação compreensível sobre as características que compõem o alimento", explica Rodrigo Martins de Vargas, especialista em regulação e vigilância sanitária da Anvisa.

Ter o hábito de ler e analisar o rótulo ajuda na conscientização sobre a alimentação. "É importante o consumidor ficar atento à tabela nutricional, principalmente em relação à presença de constituintes que têm maior relação com riscos à saúde, como são os casos do sódio, gordura saturada, gordura trans e açúcar, que aumentam o risco de doenças cardiovasculares e hipertensão, por exemplo", alerta o especialista. 

Na lista de ingredientes, o consumidor descobre a ordem, de forma decrescente, dos componentes do alimento. Os ingredientes que aparecem em primeiro nessa lista, estão presentes em maior quantidade no produto. "Ao olhar essa lista, o consumidor consegue ter uma boa ideia se o produto tem muito açúcar ou algum outro constituinte que ele não queira consumir em excesso. A tabela nutricional e a lista de ingredientes são as duas informações mais importantes do rótulo, portanto, fique atento na leitura de ambas. Lembrando que esses dois quesitos estão sob revisão e a tendência é que, em breve, seja ainda mais fácil identificá-los nos rótulos", acrescenta Vargas. 

Com a regulamentação da rotulagem de alimentos, a Anvisa garante que o consumidor tenha acesso a informações que são essenciais para sua proteção e a promoção de sua saúde. A evolução da legislação é um fator que faz a população cada vez mais buscar uma alimentação mais saudável. 

A legislação que trata da lista de ingredientes e que foca também a rotulagem nutricional está em processo de revisão exatamente para tentar fazer com que a informação seja ainda mais simples e compreensível para o consumidor. "A partir de queixas, estudos e histórico identificamos que as informações nos rótulos são muito técnicas e têm uma baixa legibilidade. Ou seja, o consumidor tem a dificuldade de identificar, ler e compreender tudo isso no ato da compra. Estamos agora procurando alternativas que sejam mais simples. Um dos maiores problemas é que hoje a rotulagem nutricional não exige a declaração de açúcares. A ideia não é apenas exigir a declaração de açúcares, mas também que ela chegue clara ao entendimento do consumidor. Já estamos trabalhando em cima de propostas e as mudanças já devem ocorrer em breve, possivelmente em 2018", afirma Vargas.

 

» Você sabe o que está comendo? Conheça o “Manual de orientação aos consumidores - Educação para o Consumo Saudável” elaborado pela Anvisa

 

» Conheça a seção de informações sobre Alimentos no site da Anvisa 

 

Compartilhar:

A+

A-

A



Visite o Portal da Saúde

Acesse o Blog da Saúde

Publicações do Ministério da Saúde

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva

Ministério do Esporte