Parando de fumar

Já faz muitos anos que pesquisadores avistaram que fumar é um costume mais fatal à saúde do que qualquer nova interação.

Está experimentado que fumar é fator exatamente encarregado por uma soma de problemas respiratórios e cardíacos, isso sem contar das mais grandes, como carcinoma e gangrena, por modelo.

Apenas quem já testou parar de fumar conhece, no entanto, o quanto esse trabalho pode ser duro e – por tantas vezes – frustrante.

É mesmo uma das coisas mais severas do planeta. Especialmente porque coincide que, sempre que buscamos parar de fumar completamente, as coisas inconvenientes sucedem aos nossos arredores, e o deixa tudo de novo mais complicado.

É crucial entender que não encontra-se uma receita mágica para se safar da interação de nicotina. São várias as possibilidades capazes, e todo ser humano vai descobrir um que realize com mais acerto para ela.

Mas é real que quem conta com apoio profissional (médicos, clínicos e demais) pode encarar menos problemas e ter maior oportunidade de conclusão. Passar pelo procedimento só não é irreal — você pode até aprender uns atos –, mas somente uma minoria pode parar de fumar sem ajuda

Mas para te ajudar aqui vai alguns passos para deixar de fumar:

Passos que te ajudarão a parar de fumar

 Busque por apoio médico e psicológico

 Inclusive com essas instruções e grande força de interesse, ainda tem um risco de recomeçar a consumir tabacos logo de ter deixado de fumar, seja porque não consegue encarar os efeitos da abstinência, ou também porque não é capaz de lidar com o vício (intenso interesse de fumar).

Se isso ocorreu com você, acredite que recair não é um sinônimo de fraqueza, mas sim um gesto de que você necessita de mais tratamentos, preferivelmente acompanhadas por psiquiátrico e psicológico.

Por modelo, além de meios famosos como os chicletes e os adesivos, é possível investir no cloridrato de bupropiona, um remédio para deixar de fumar, acessível apenas por meio de receita médica. Essa medicação opera no sistema nervoso central e auxílio a recuperar o controle bioquímico, limitando os sinais detestáveis causados pela ausência da nicotina

Acabe com os estímulos do momento de fumar

Uma das grandes instruções de como parar de fumar é efetuar algumas substituições em sua rotina, para assim retirar normas e itens que façam você pensar em tabaco imediatamente. Cada pessoa tem um performance pessoal, mas você pode se influenciar nestas ideias:

  • Tire os borralhos da lar;
  • Desfaça o “cantinho do tabaco” onde você habitua fumar com mais concentração;
  • Se você fuma no veículo, deixe o maço em casa quando dirigir;
  • Cole uma folha de papel no maço, escreva o turno do anterior cigarro e tente expandir o intervalo entre eles;
  • Transporte seu rota se você adapta fazer paradas para comprar cigarros ainda no mesmo loja;
  • Notifique os amigos e familiares e peça que eles não levem você para fumar.

Atrase o momento do primeiro cigarro

Mais uma dica para deixar de fumar é, demore cada vez mais para acender o primeiro cigarro. Por exemplo, se seu primeiro cigarro costuma ser às 7h, atrase para as 8h. No dia seguinte, tente segurar até as 9h e assim por diante até estar o dia todo sem fumar.

Da forma similar ao esquema antecedente, recomenda-se instalar um tempo grande de duas semanas para esquecer absolutamente o cigarro.

Se é o seu desejo parar de fumar, não desista, tenha foco, e esperança de que vai conseguir ter pessoas que te apoiem e peça ajuda de especialistas se for preciso, existem sim, pessoas que venceram esse vício é você pode também.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *