06/05/2018

Cinco receitas com alimentos regionais para curtir em família

images/castanhas.jpg

Desde receitas elaboradas, como tortas, até as mais simples, como um tempero especial no arroz e no feijão, o alimento é um fator agregador que tem o poder de reunir toda a família.

"O alimento para o ser humano tem, portanto, historicidade. Com isso, criam-se, modificam-se hábitos, incorporam-se outros valores que envolvem o comer. E para isso, é importante perceber a realidade, compreender as semelhanças e as diferenças dietéticas da cultura, na dimensão do indivíduo e do coletivo", traz a publicação do Ministério da Saúde Alimentos Regionais Brasileiros

O livro, disponível para download gratuito, traz centenas de receitas baseadas em ingredientes característicos das cinco regiões brasileiras, como uma forma de manter vivas receitas tradicionais. Para compartilhar, selecionamos uma de cada região que podem ser preparadas para se curtir em família:

Região Norte

Biscoitinho de castanha do Brasil

Você sabia que a Castanha do Pará é um dos principais produtos da nossa economia extrativista, com significativo valor no mercado de exportação. Devido à devastação indiscriminada das matas amazônicas, a castanheira nativa tem sido vista como uma das espécies ameaçadas de extinção. Porém, tem-se verificado que esta espécie é excelente alternativa para o reflorestamento.

Ingredientes

Farinha de trigo 1 e 1/2 xícara de chá
Açúcar 2 colheres de sopa
Amido de milho 1 colher de chá cheia
Fermento químico 1 colher de café
Castanha-do-pará 2/3 xícara de chá
Leite desnatado 1/4 xícara de chá
Ovo 1 unidade
Açúcar de confeiteiro (para cobrir) 1 colher de sopa

Modo de preparo:

Misturar a farinha, o açúcar e o amido;
Triturar a castanha em um liquidificador ou processador;
Adicionar a castanha, o fermento, o leite e o ovo e misturar bem;
Deixar a massa descansar por 10 minutos;
Modelar os biscoitos, enrolando um bastão comprido, cortando a cada 3 cm e afinando nas pontas;
Assar em forno preaquecido (200 ºC) por 20 minutos;
Retirar do forno e passar os biscoitos ainda quentes no açúcar de confeiteiro.

Rendimento
290 g 10 porções

Porção
30 g ou 3 unidades

Região Nordeste

Cozido Nordestino

Você sabia que o maxixe foi introduzido na época do Brasil colônia?

 Ingredientes

Cebola 1 unidade pequena
Alho 3 e 1/2 dentes
Tomate 1 unidade média
Pimentão picado5 colheres de sopa
Sal 2 e 1/2 colheres de chá
Pimenta-do-reino1 pitada
Óleo 1 colher de café
Acém cortado em cubos 400g
Água 3 e 1/3 xícaras de chá
Maxixe 6 unidades
Quiabo 12 unidades
Abóbora 1/2 unidade pequena
Louro 4 folhas
Colorau 2 colheres de chá
Major-gomes cozido 1 maço pequeno
Vinagreira cozida 1/2 maço

Modo de preparo

Refogar todos os temperos (cebola, alho, tomate, pimentão, sal e pimenta) com o óleo;
Acrescentar a carne e a água e cozinhar por 15 minutos;
Adicionar os vegetais cortados em cubos, iniciando do mais duro ao mais macio e cozinhar por mais 10 minutos com o louro e o colorau;
Juntar o Major-gomes e a vinagreira, já escaldados, ao final.

Rendimento
10 porções

Porção
2 colheres de servir 

Região Centro-Oeste

Bolo de Cagaita

Você sabia que tanto o nome vulgar como o nome científico da espécie se referem à propriedade laxativa de seu fruto, fato conhecido da população da região. Essa propriedade se manifesta, principalmente, no fruto maduro e em início de fermentação. Diversos relatos atestam que, quando “de vez”, o fruto pode ser consumido em quantidade sem provocar desconforto.

Ingredientes

Açúcar 1 xícara de chá
Manteiga 3 colheres de sopa
Ovo 2 unidades
Farinha de trigo 2 xícaras de chá
Cagaita congelada 1 prato fundo
Água 1 colher de sopa
Fermento químico 2 colheres de chá
Manteiga para untar e farinha de trigo para enfarinhar

Modo de preparo

Bater o açúcar com a manteiga derretida;
Acrescentar as gemas e bater;
Colocar a farinha e bater novamente;
Adicionar a polpa de cagaita batida com a água e misturar bem;
Juntar o fermento e as claras em neve, misturando-os suavemente;
Despejar em uma forma de bolo untada com manteiga e enfarinhada e assar em forno preaquecido (180 °C) por 40 min.

Rendimento:
15 porções

Porção
1 fatia

Região Sudeste

Pão de queijo com goiabada

Você sabia que a árvore de goiaba, de 3 m a 10 m de altura, possui caule tortuoso, com casca escamosa e flores brancas esverdeadas. A goiabeira é uma das árvores mais familiares do Brasil, sendo encontrada em qualquer região, devido à facilidade com que suas sementes são dispersas por pássaros e pequenos animais. Planta rústica, podendo ser cultivada até mesmo em regiões subtropicais.

Ingredientes

Óleo 1 colher de sopa
Iogurte natural 1/2 pote
Ovo 1 unidade
Cenoura ralada 2 colheres de sopa
Queijo meia-cura ralado 2 xícaras
Polvilho doce 2 xícaras
Goiabada 1/4 pote redondo

Modo de preparo

Em um liquidificador, bater o óleo, o iogurte, o ovo e a cenoura até obter uma mistura bem uniforme;
Despejar em uma tigela e colocar o queijo ralado;
Acrescentar o polvilho aos poucos e amassar com as mãos para misturar bem;
Deixar descansar por 10 minutos;
Cortar a goiabada em quadrados pequenos e reservar;
Fazer bolinhas com a massa, abrir um buraco ao meio, colocar um pedaço da goiabada e fechar bem;
Levar ao forno preaquecido (200 °C) por 20 minutos ou até dourar. 

Rendimento
12 porções

Porção
2 unidades

Região Sul

Cuca de banana

Você sabia que o cacho da banana é constituído de várias pencas (10 a 12), que vão se formando com a abertura das brácteas do “coração”, o que ocorre em dias consecutivos ou alternados, com isso tem-se para o cacho, pencas de diferentes idades. Por exemplo, num cacho de 10 pencas, a última penca formada será 10 dias mais jovem do que a primeira.

Ingredientes

Massa
Fermento biológico seco 1 colher de sopa
Leite desnatado morno 1 e 1/2 xícara de chá
Açúcar 3/4 xícara de chá
Farinha de trigo 3 e 1/2 xícaras de chá
Ovo 1 unidade
Manteiga derretida 2 colheres de sopa cheias
Banana-nanica cortada em rodelas 8 unidades
Canela em pó 1 colher de café
Sal 1 pitada
Farinha de trigo e manteiga sem sal (o suficiente para untar e enfarinhar a forma)

Farofa
Açúcar 2 e 1/2 colheres de sopa
Farinha de trigo 2 colheres de sopa cheias
Manteiga 2 colheres de sopa
Canela em pó colher de café

Modo de preparo

Massa:

Misturar o fermento biológico com o leite desnatado morno, 1 colher de sopa de açúcar e 2 colheres de sopa de farinha de trigo e deixar fermentar por 30 minutos;
Acrescentar o restante dos ingredientes ao creme com fermento, misturar até obter uma massa uniforme e deixar repousar por 60 minutos, em uma forma untada e polvilhada.

Farofa:

Juntar todos os ingredientes e misturar bem;
Polvilhar a farofa sobre a massa e levar ao forno preaquecido (200 °C) por 50 minutos.

Rendimento
18 porções

Porção
1 fatia grossa

Compartilhar:

A+

A-

A



Acesse também

Parceiros