18/04/2018

Manter hábitos saudáveis ajuda a enfrentar a gripe

Começa, nesta segunda-feira (23), para 54,4 milhões de brasileiros o período de vacinação contra a gripe.

Com o vírus inativado, a imunização vai ajudar grupos selecionados pelo Ministério da Saúde a evitar a doença e, assim, as complicações que ela pode trazer. Além de tomar a vacina (para os grupos indicados) e se prevenir contra a transmissão, manter hábitos saudáveis pode ajudar a enfrentar os sintomas e evitar as formas graves da doença.

Como explica a dra. Carla Domingues, coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde, ter hábitos saudáveis fortalece o organismo e melhora as condições de produção dos anticorpos, que vão fazer a proteção contra a doença.

Saiba mais
» Confira todas as informações sobre a campanha de vacinação e os cuidados com a gripe no Portal Saúde

“Muitas pessoas vão ter gripe e não vão ter complicações. E vai ser basicamente quem não tem outras doenças de base e tem uma vida saudável, praticam esporte, tem uma alimentação saudável, ingerem bastante líquido, comem bastante verdura. Essas pessoas têm um organismo mais em condições de enfrentar uma doença, inclusive a gripe”, detalha a coordenadora.

Alimentação saudável

Helissa de Oliveira Mendonça Moreira, analista técnica da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, explica que uma alimentação adequada e saudável aumenta a imunidade do corpo, contribuindo para a manutenção da saúde. “O sistema imunológico do nosso corpo tem uma série de reações bioquímicas que dependem de minerais específicos, vitaminas e aminoácidos, assim, uma dieta pobre e incompleta pode não oferecer os nutrientes necessários e as células de defesa de nosso corpo acabam ficando menos eficientes”, alerta.

“As recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira de basear a alimentação em alimentos in natura ou minimamente processados contribuem para o aumento da imunidade do corpo, pois alimentos de origem vegetal costumam ser boas fontes de fibras e de vários nutrientes e alimentos de origem animal são boas fontes de proteínas e da maioria das vitaminas e minerais de que necessitamos”, completa.

Após o contágio

Se a pessoa já está doente, com uma alguma infecção e com a imunidade baixa, o alerta é ainda maior em relação à alimentação.Nesses momentos, mesmo com a indicação de uso de complementos nutricionais, como a vitamina C, é preciso redobrar a atenção em relação à alimentação, mesmo com apetite em baixa.

“Quando a pessoa está doente é importante manter uma hidratação frequente e aumentar a ingestão de frutas e sucos de frutas naturais ricos em vitamina C, como laranja, limão e acerola, pois essa vitamina fortalece o sistema imunológico. E é importante lembrar que não recomendável adicionar açúcar aos sucos de frutas naturais”, explica Helissa.

Campanha

A chegada do inverno chama a atenção para as doenças respiratórias, como a gripe. Por isso, o Ministério da Saúde realiza a 20ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, que começa no dia 23 de abril e seguirá até o dia 1º de junho, sendo o sábado, dia 12 de maio, mobilização nacional.

Integram o público-alvo da campanha, pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas - e os funcionários do sistema prisional.

Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais também devem se vacinar. Para esse grupo não há meta específica de vacinação. Este público deve apresentar prescrição médica no ato da vacinação. A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias, por exemplo.

Fique esperto

Ao contrário de outras campanhas de vacinação, a imunização contra a gripe tem um período determinado. Então, não dá para ficar adiando. Outros cuidados também são importantes na prevenção da gripe, porque evitam a transmissão dos vírus. Confira:

- Cubra o nariz e a boca enquanto espirra ou tosse;
- Evite tocar a boca e o nariz;
- Lave as mãos com água e sabão e use álcool gel 70%;.
- Melhore a circulação de ar abrindo as janelas;
- Evite muito tempo em locais com grande aglomeração de pessoas;
- Mantenha hábitos saudáveis: coma bem, durma bem e faça exercícios.

Compartilhar:

A+

A-

A



Visite o Portal da Saúde

Acesse o Blog da Saúde

Publicações do Ministério da Saúde

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva

Ministério do Esporte