21/12/2017

Evite excessos e faça uma ceia mais saudável neste fim de ano

images/bolo_natal_shutterstock_1200.jpg

As mesas fartas da ceia de Natal e da comemoração da virada de ano são momentos especiais de celebração, mas também precisam ser vistas como momentos de tentação alimentar. A quantidade de alimentos calóricos fazem balançar até mesmo aqueles que passam o ano todo praticando uma alimentação saudável. O site Saúde Brasil mostra que é possível manter a linha nas refeições da última semana de dezembro.

Os pratos típicos da ceia não precisam deixar ninguém com dor na consciência. Para isso, basta atentar para o fato de que a mesa pode ser farta e saudável ao mesmo tempo. "Na hora de planejar a ceia, o ideal é priorizar ingredientes culinários in natura e minimamente processados, sempre buscando um resultado mais saudável. Usar menos açúcar, menos gordura, menos sal na preparação é um bom começo", explica Renata Monteiro, professora do Departamento de Nutrição da Universidade de Brasília (UnB).

É importante que a família faça as refeições unidas e, se possível, que todos participem do processo, que vai desde a compra até a preparação. "Primeiramente temos de fazer desse momento da ceia um momento de compartilhamento, começando o processo de muito antes, desde a hora de comprar até o momento da cozinha. É muito importante envolver toda a família no preparo dos alimentos", conta Renata Monteiro. "O Guia Alimentar para a População Brasileira (do Ministério da Saúde) explica bem a importância disso. Esse processo de elaboração com as crianças, com o companheiro, com pais e avós – a questão do cozinhar conjuntamente – é sempre benéfico para a refeição."

Fotos: Karina Zambrana/MS

 

Segundo a professora, as pessoas precisam ter bom senso. "É bom também que não haja uma preocupação exagerada grande. É um momento de refeição entre familiares e amigos. A melhor forma é fazer isso de forma comedida. Não é um pedaço de pavê, de torta ou de bolo que vai acabar com tudo aquilo que ele fez durante o ano. O importante é ter cuidado com os excessos", finaliza a professora.

 

  

Guia Alimentar para a População Brasileira

» Aprenda mais sobre alimentação saudável no Guia Alimentar para a População Brasileira

(arquivo em formato PDF)

 

  

Compartilhar:

A+

A-

A



Acesse também

Parceiros