Compartilhar

A+

A-

A

|

08/08/2017

Fique de olho no colesterol alto. Saiba como evitar o problema

images/colesterol_1200x800_shutterstock.jpg

O Dia Mundial de Combate ao Colesterol é comemorado no dia 8 de agosto. A hipercolesterolemia - aumento da concentração de colesterol no sangue - é um fator de risco que facilita o surgimento de várias doenças cardiovasculares como arteriosclerose, isquemia cerebral, infartos e derrames. A Plataforma Saúde Brasil conversou com a analista Ana Luisa Souza de Paiva Moura, da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, sobre como evitar o problema.

O colesterol é uma gordura necessária para o organismo exercer algumas funções, como a produção de determinados hormônios, mas é preciso ingeri-lo de forma equilibrada para manter as taxas regulares. "Um hábito alimentar com consumo alto de carnes vermelhas, gorduras saturadas e alimentos ultraprocessados, aliado ao baixo consumo de frutas e hortaliças, favorece a hipercolesterolemia e aumenta o risco das doenças cardiovasculares", aponta Ana Luisa. "Se o padrão alimentar for equilibrado, a pessoa pode ter uma vida saudável e manter o colesterol em concentrações adequadas."

Vale lembrar que o problema não está reservado a uma faixa etária. "Pessoas de qualquer idade, até mesmo crianças, podem ter hipercolesterolemia. Ela pode se dar por questões genéticas, mas em grande parte está ligada à inatividade física e à má alimentação", explica a analista. "Existem também outros fatores de risco, como o tabagismo e o consumo em excesso de bebidas alcoólicas. A melhor maneira de prevenir é manter hábitos alimentares, fazer atividade física regular e identificar os fatores de risco, e neste caso o acompanhamento de profissionais de saúde é importante", finaliza Ana Luisa.

 

Dicas para fugir do colesterol alto 

 

  • Atividade física
    Exercícios regulares “queimam” gordura acumulada no organismo e baixam o nível do colesterol 
  • Evite a gordura
    Consumo diário de carne vermelha (característica de muitos brasileiros) aumenta o risco. Carnes com muita gordura, pele de frango e frituras também devem ser evitados
  • Alimentação saudável
    Hábitos alimentares saudáveis ajudam a regular o colesterol. Consuma alimentos in natura e minimamente processados como cereais integrais, frutas, legumes e verduras.
  • Fuja do tabagismo
    O fumo potencializa os riscos de doenças cardiovasculares
  • Acompanhamento de profissionais de saúde
    O acompanhamento de profissionais de saúde ajuda a identificar fatores de risco e auxiliam no controle do colesterol alto

Compartilhar

A+

A-

A